Notícias

DELEGACIA DE PARANATINGA

Homicídio executado em 'tribunal do crime' por membros de facção é esclarecido e dois são presos

28/10/2021 - 12:05
O corpo da vítima não foi localizado até o momento. Quatro envolvidos tiveram as prisões representadas pela Polícia Civil

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil de Paranatinga esclareceu um homicídio ocorrido no município e prendeu dois envolvidos no crime, ocorrido após um ‘tribunal do crime' de uma facção criminosa. O corpo da vítima, Fábio Oliveira Araújo da Silva, ainda não foi localizado.

A partir do recebimento de uma denúncia, a Delegacia de Paranatinga iniciou as investigações para apurar as circunstâncias do homicídio e os envolvidos nos crimes.

As informações coletadas na apuração subsidiaram a representação feita pelo delegado Hugo Abdon à 2a Vara Criminal de Paranatinga pela prisão temporária de quatro membros do 'tribunal do crime' no homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver de Fábio Oliveira. Um quinto membro do grupo envolvido nos crimes foi morto no início de outubro, em Primavera do Leste.

Foram apontadas a participação de três homens e uma mulher no homicídio e ocultação de cadáver.

Fotos em grupos de mensagens

Em agosto, a Polícia Civil em Paranatinga recebeu imagens em fotos e vídeos, divulgados em grupos de mensagens pelo aplicativo Whatspp para pessoas na cidade de Chapadinha, no interior do Maranhão, que mostravam a vítima amarrada em um local, onde estavam os suspeitos do crime, e depois fotos de Fábio já morto.

A partir das imagens e pesquisas, a equipe de investigadores conseguiram identificar cada um dos envolvidos no crime e iniciou as diligências para localizar o paradeiro deles.

Conforme a apuração da Delegacia de Paranatinga, a vítima era procurada no estado do Maranhão, com oferta de R$ 15 mil pela morte e diante dessa oportunidade, integrantes da facção criminosa praticaram o homicídio e ocultaram o corpo.

Durante as diligências, os policiais civis identificaram o local onde ocorreu o crime e também um veículo utilizado pelo grupo. A casa utilizada para o homicídio é de um dos 'disciplinas' da facção, que foi preso junto com sua companheira no mês de setembro, em flagrante, por tráfico de droga, associação para o tráfico e posse de arma de fogo. Os policiais apuraram ainda que um dos envolvidos intermediou a execução da vítima com integrantes da facção.

Prisões

A Delegacia de Paranatinga, com apoio da Delegacia de Rio Verde, prendeu nesta semana, no município do sudoeste de Goiás, o principal suspeito e mandante do crime. Ele foi o responsável por levar Fábio até a casa onde ele foi amarrado, torturado e depois assassinado.

A outra prisão foi efetuada em Paranatinga e dois envolvidos estão foragidos, sendo uma a mulher que foi presa em setembro durante um flagrante de tráfico de drogas. 

A partir das prisões realizadas, será realizada acareação entre os suspeitos a fim de identificar o local exato onde o corpo da vítima estaria ocultado e Polícia Civil encaminhar as perícias necessárias. As buscas pelos outros dois foragidos seguem em andamento.

“Com essa investigação, a Polícia Civil reforça o enfrentamento e a repressão a crimes dessa natureza, além dos demais conexos na região”, apontou o delegado Hugo Abdon.

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia