Notícias

DERF VÁRZEA GRANDE

Polícia Civil prende criminoso com mais de 20 passagens por furtos em Várzea Grande

28/10/2021 - 11:36

Camila Molina/Polícia Civil-MT

Um criminoso contumaz, com mais de 20 passagens criminais especialmente por furtos, foi preso em flagrante, na noite de quarta-feira (28.10), pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG), da Polícia Civil, após a prática de mais um crime.

Usuário de drogas e sem paradeiro fixo, o suspeito ao ser preso na região do Zero em Várzea Grande, tratou com ironia os policiais, dando parabéns pela prisão e dizendo que se não o prendessem naquele momento, não o prenderiam mais, se gabando de sua agilidade em se esconder da Polícia.

O suspeito teve autoria identificado em vários crimes, em especial furtos, em investigação da Derf-VG, agindo na maioria das vezes com o mesmo “modus operandi”, inventando estórias coberturas para reduzir a vigilância da vítima e subtrair objetos.

A prisão do suspeito ocorreu após a equipe da Derf-VG ser acionada da ocorrência de furto no quarto de um hotel na região Central de Várzea Grande, ocasião em que ele se passando por hospede, subtraiu dois aparelhos celulares avaliados em aproximadamente R$ 2,5 mil.

Assim que foi acionada dos fatos, a equipe da Derf que já tinha a identificação do suspeito conseguiu localizá-lo na região do Zero, em Várzea Grande. Questionado, sobre os aparelhos, ele confessou a prática do furto e disse que vendeu os dois celulares e gastou o dinheiro com drogas.

Segundo a delegada titular da Derf-VG, Elaine Fernandes de Souza, o suspeito é um criminoso contumaz na prática de furtos e possui 23 passagens anteriores por furtos, tráfico de drogas e associação para o tráfico, além de ostentar oito condenações pelos crimes.

“É uma prisão importante de um criminoso contumaz, que é usuários de drogas e não possui paradeiro fixo, justamente para dificultar a localização pela Polícia. Este fato tem lhe beneficiado para a prática de furtos no município e tem causado grande indignação às vítimas”, disse a delegada.

Outros crimes

No dia 16 de outubro, o suspeito praticou dois furtos, um deles em uma loja em que pediu para que a vendedora buscasse alguns produtos para ele olhar, aproveitando da ausência da vítima para subtrair o seu aparelho celular.

Em seguida, o suspeito entrou em uma loja de fotografia, onde da mesma forma, aproveitou que a atendente preparava a máquina para fazer uma foto 3X4, e disse que iria até o carro buscar uma camisa, ocasião em que furtou o aparelho celular da vítima que estava na recepção e fugiu do local.

Em outro furto praticado pelo suspeito desta vez nas dependências da Prefeitura de Cuiabá, ele utilizou um distintivo para se passar por policial e pedir o celular emprestado para uma servidora e subtraindo o aparelho.

No dia 19 de outubro, o furto ocorreu em uma empresa hortifrúti, ocasião em que novamente o suspeito pediu que a vítima pegasse alguns produtos, aproveitando o momento para subtrair o seu aparelho celular.

 

 

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia