Notícias

OPERAÇÃO VITAE

Traficante que exercia alto cargo dentro de organização criminosa tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Poconé

27/10/2021 - 07:15
O suspeito exercia a função de 'disciplina', sendo responsável pela autorização de cometimentos de crimes na região mediante repasse de valores para a facção criminosa

Camila Molina/Polícia Civil-MT

Um criminoso de alta periculosidade, que ocupava um cargo importante dentro da hierarquia de uma facção criminosa envolvida com tráfico de drogas e outros crimes em Poconé (104 km ao sul de Cuiabá), teve o mandado de prisão temporária cumprido no final de terça-feira (26.10).

O mandado de prisão e busca e apreensão domiciliar expedidos com base nas investigações da Delegacia de Poconé foram cumpridos com apoio da equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. A ação faz parte da Operação Vitae, deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), para combater a atuação de organizações criminosas em Poconé e região.

Segundo as investigações da Delegacia de Poconé, o suspeito é membro do grupo criminoso, exercendo o cargo de “disciplina”, na região do bairro Cohab Nova, no município. O investigado era o responsável pela autorização de cometimentos de crimes na região mediante repasse do valor de 20% dos lucros obtidos com as práticas criminosas.

Durante as investigações, também foi constatado que o suspeito atuava com tráfico de drogas, havendo em sua na residência do suspeito a movimentação típica de comércio de entorpecentes.

Além desses crimes, o traficante também estaria envolvido em crimes de homicídios (tentados e consumados) cometidos a mando da facção criminosa, por vingança ou para ganhar notoriedade dentro do grupo criminoso.

O suspeito possui diversas passagens criminais por envolvimento em crimes de roubo, porte ilegal de arma de fogo, associação criminosa e receptação.

De acordo com o delegado de Poconé, Maurício Pereira Maciel, durante os trabalhos investigativos foram levantados elementos que demonstram a periculosidade do investigado e a sua dedicação a atividades criminosas.

“Ele é uma pessoa bastante temida além do temor tanto por populares, quando por outros membros do grupo criminoso do qual faz parte, o que faz com que as pessoas tenham receio de pronunciar qualquer informação a seu respeito”, disse.

Diante dos fatos, o delegado representou pela prisão temporária do suspeito pelos crimes de  tráfico de drogas, associação criminosa armada e organização criminosa. A ordem judicial foi deferida pela Justiça e cumprida nesta terça-feira (26), com apoio dos policiais da Derf Cuiabá. O suspeito foi conduzido à Delegacia de Poconé para as providências cabíveis e posteriormente colocado à disposição da Justiça.

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia