Notícias

AÇÃO INTEGRADA

Polícias Civil e Militar prendem em flagrante autores de sequestro e homicídio mediante tortura em Cáceres

16/09/2021 - 09:37
Segundo as investigações, o crime foi motivado por uma dívida de drogas

Assessoria/Polícia Civil-MT

Duas pessoas identificadas como autoras dos crimes de sequestro e homicídio mediante tortura cometidos contra uma vítima de 41 anos, na madrugada desta quinta-feira (16.09), em Cáceres (228 km a oeste de Cuiabá), foram presas em flagrante em uma ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Militar realizada logo após o crime.

Segundo as investigações, a vítima, Otaniel Francisco de Carvalho, foi sequestrada e mantida em cativeiro pelos suspeitos, onde foi torturada em razão de uma dívida de drogas. Os suspeitos de 60 e 26 anos foram autuados em flagrante pelos crimes de sequestro e homicídio mediante tortura. 

As investigações iniciaram logo após a equipe da Polícia Militar ser acionada para atender uma ocorrência em que uma pessoa teria sido alvejada por disparos de arma de fogo, próximo a um bar no bairro Cohab Nova.

No local, a equipe do Corpo de Bombeiros constatou a morte da vítima, sendo acionadas as equipes da Polícia Civil e Politec para as providências cabíveis. Segundo as informações colhidas no local, antes de morrer, a vítima chegou a pedir socorro em uma residência, quando já estava com vários ferimentos no rosto e sangrando muito.

Durante as diligências para identificar os autores do crime, as equipes policiais conseguiram chegar a uma residência em que havia várias manchas de sangue pelo quintal, sendo realizada a abordagem um suspeito que foi flagrado em posse de três munições calibre 38, intactas.

O segundo envolvido no crime foi flagrado dentro da casa, com as roupas sujas de sangue. Em buscas na residência, os policiais encontraram uma munição deflagrada e manchas na parede. Em um quarto nos fundos da residência havia indícios de que a vítima foi torturada.

Diante dos fatos, foi realizada perícia na residência e coletados materiais relacionados ao crime. Os dois suspeitos foram conduzidos à 1ª Delegacia de Cáceres, onde após serem interrogados, serão autuados em flagrante pelos crimes de sequestro e homicídio mediante tortura.

Segundo o delegado, Wilson Santos, o crime foi motivado por uma dívida de drogas. “Os suspeitos sequestraram e estavam torturando a vítima para que ela pagasse a dívida. A vítima conseguiu se desvencilhar do cativeiro, momento em que ocorreu o primeiro disparo, ainda dentro da casa”, explicou o delegado.

 

 

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia