Notícias

DERF RONDONÓPOLIS

Traficante que utilizava casa da avó para esconder drogas é preso em flagrante em Rondonópolis

15/09/2021 - 19:52
Ele já responde a processo pelo mesmo crime e era monitorado por tornozeleira

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um homem de 32 anos que usava a casa da avó para esconder entorpecentes e apetrechos utilizados para o tráfico foi preso em flagrante nesta terça-feira (15), durante investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Rondonópolis.

Com F.A.C.S. de 32 anos de idade, os investigadores apreenderam porções de maconha, uma balança de precisão, anotações referentes ao tráfico e R$ 440,00 em dinheiro. Ele foi preso no bairro Jardim das Flores.

O suspeito já era investigado pela unidade especializada da Polícia Civil e nesta quarta-feira e hoje foi surpreendido na residência da avó, sendo que utilizava a residência da idosa como esconderijo dos ilícitos.

O autuado utilizava tornozeleira eletrônica desde o mês de dezembro de 2020, em razão de já ter sido preso pelo crime de tráfico em Rondonópolis. Ele também responde pelo mesmo crime em Cuiabá.

Levantamentos realizados pela Derf apontavam que o suspeito era responsável por diversas "biqueiras" no Jardim das Flores e bairro Alfredo de Castro. Ele utilizava a residência da avó, uma idosa de idade já avançada, para ocultar entorpecentes e os apetrechos comumente utilizados para pesar e embalar as porções.

Em buscas no endereço, os investigadores localizaram os materiais ilícitos e joias. Nos fundos da casa foi apreendido um pedaço de tijola de maconha, enterrado no quintal. Durante as buscas, o suspeito se aproximou da casa mas, quando percebeu a presença dos policiais, fugiu em alta velocidade. Contudo, foi alcançado por uma equipe e com ele foi apreendida uma quantia em dinheiro.

Na casa do suspeito, no bairro Alfredo de Castro, os investigadores apreenderam mais porções de entorpecentes preparadas e embaladas para a venda.

Conduzido à delegacia, ele assumiu a propriedade das drogas e disse que a avó não tinha conhecimento do entorpecente e que o veículo encontrado em sua posse seria do avô, mas não soube dizer o nome do familiar.

Após os procedimentos do flagrante e autuação na Derf, ele foi encaminhado para realização de exame de corpo de delito e seguirá para a Penitenciária Major Eldo de Sá Corrêa, onde aguardará pela audiência de custódia da Justiça.

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia