Notícias

OPERAÇÃO SANGRIA

Polícia Civil prende casal com mais de 25 quilos de drogas que seriam distribuídos em Canarana

03/08/2021 - 11:12

Assessoria/Polícia Civil-MT

Aproximadamente 25 quilos de entorpecentes, entre maconha, cloridrato de cocaína e crack, foram apreendidos na ‘Operação Sangria”, deflagrada nesta terça-feira (03.08), pela Polícia Civil, em Canarana (823 km a leste de Cuiabá). O trabalho tinha o objetivo de  cumprir mandado de busca e apreensão em uma propriedade apontada como ponto de armazenamento de drogas.

Segundo as investigações, a grande quantidade de substância ilícita seria distribuída em pontos de venda de entorpecentes na cidade. O casal responsável pela chácara foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A operação foi deflagrada após meses de monitoramento do suspeito em trabalho investigativo que uniu as Delegacias de Polícia de Canarana, Água Boa com o suporte do Núcleo de Inteligência.

O suspeito responsável pela distribuição da droga estava residindo há alguns meses em Canarana e como estratégia para driblar as investigações, o traficante locou uma chácara distante da área urbana da cidade, onde levava uma vida de regalias, proporcionadas através do dinheiro ilícito.

Durante as investigações, os policiais identificaram o local onde o suspeito morava com a esposa e filhos e que também era utilizado para esconder os entorpecentes, que ficavam enterrados em diversos pontos do quintal da chácara. Durante as buscas na propriedade, foram apreendidos cerca de 25 quilos de entorpecentes, entre maconha, cloridrato de cocaína e crack.

No local, também foi apreendido aproximadamente R$ 25 mil em dinheiro, uma pistola calibre 38 com diversas munições, além de dois veículos utilizados no transporte de droga, aparelhos celulares e diversos documentos que serão analisados, com o fim de comprovar o envolvimento com a atividade ilícita.

Segundo o delegado regional de Água Boa, Valmon Pereira da Silva, o resultado da operação representa um grande prejuízo para o tráfico de drogas em Canarana e região. "Foi um trabalho muito bem articulado que tirou de circulação grande quantidade de entorpecente que seria distribuída no município", disse o delegado. 

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia