Notícias

DERRFVA    

Repressão a roubos e furtos resulta na prisão de 80 criminosos e apreensão de 994 veículos

28/12/2020 - 15:43
Delegacia especializada conclui ano com construção de novo prédio, pátio limpo o e redução de índices de roubos e furtos em Cuiabá e Várzea Grande

Camila Molina | Polícia Civil-MT

O trabalho em estrutura improvisada durante as obras para construção do novo prédio e a pandemia do coronavírus que levou ao afastamento de diversos servidores não reduziram a atuação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva) na repressão diária aos crimes patrimoniais ligados à subtração e adulteração de veículos na região metropolitana de Cuiabá. Durante este ano, as ações da unidade especializada resultaram em operações que levaram à prisão mais de 80 pessoas envolvidas com as práticas criminosas, sendo 49 em flagrante e 32 em cumprimento de mandado judicial. Além disso, foram apreendidos 994 veículos entre caminhões, carros e motocicletas e restituídos 1.609 automóveis às vítimas.

Nos números computados pela Derrfva ainda constam 19 cumprimentos de mandados de busca e apreensão contra integrantes de organizações criminosas identificados em investigações e 227 flagrantes vindos de outras unidades. Entre os 374 inquéritos em tramitação na  delegacia, 148 apuram os crimes de roubo e associação/organização criminosa; 45 de furto; 151 de receptação; e 30 de adulteração de sinal de veículo automotor.

Redução de roubos e furtos

A atuação contínua e a investigação qualificada da DERRFVA no enfrentamento às associações criminosas envolvidas em roubos, furtos e receptação de modelos diversos de veículos resultaram na queda dos registros deste tipo de crime em Cuiabá e Várzea Grande.

 Em Cuiabá entre janeiro e outubro, foram registrados 594 roubos de veículos (caminhões, carros, motocicletas e caminhonetes) contra 842 ocorrências no mesmo período de 2019, representando uma queda de 29%. Em relação aos crimes de furtos, foram 876 em 2019 contra 685 registrados este ano, apresentando redução de 21%.

 A queda no número de ocorrências de roubos e furtos de veículos também ocorreu em Várzea Grande, sendo 210 roubos registrados este ano contra 310 no ano passado. No caso dos furtos foram 286 ocorrências em 2019 contra 202 no ano de 2020.

 De acordo com o delegado titular da Derrfva, Gustavo Garcia Francisco, as operações realizadas pela unidade neste ano tinham o objetivo de tirar de circulação suspeitos identificados em inquéritos policiais como integrantes de associações criminosas e autores de roubos e furtos na região metropolitana.

 “As operações tiveram como alvos suspeitos já identificados em investigações anteriores, assim como a desarticulação de novos grupos atuantes nos crimes patrimoniais relacionados a veículos, sendo desta forma possível, tirar de circulação diversos suspeitos envolvidos com este tipo de prática de criminosa, consequentemente reduzindo significativamente os índices de roubos e furtos na região metropolitana”, explicou o delegado.

Nova unidade

 Através de parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos está sendo ampliada e renovando toda a sua estrutura física. A reforma, no valor estimado R$ 1,3 milhão, tem o objetivo de modernizar as atividades da delegacia, em especial nas áreas de inteligência e investigação, atendendo demandas solicitadas pelos servidores da unidade.

 A previsão para conclusão das obras e entrega do prédio totalmente reestruturado e modernizado é para janeiro de 2021. Durante as obras, a Delegacia está funcionando, temporariamente, no prédio da 2ª Delegacia de Polícia de Várzea Grande. Na unidade, é realizado o atendimento ao público e outras atividades policiais da Derrfva.

 No mesmo terreno da delegacia em obras, foram instalados contêineres e um ônibus em que parte da unidade está atuando e passará a atuar em sua totalidade, até o final da reforma. Mesmo durante a reforma na sede, continuam sendo realizados no local os atendimento a vítimas de roubos e furtos, registros de ocorrências e restituição de veículos às vítimas.

 Operação Pátio Limpo

Iniciada em setembro de 2019, a operação Pátio Limpo foi finalizada em 2020 com a prensagem de aproximadamente mil veículos além de materiais apreendidos e deteriorados que estavam no terreno da delegacia.

A operação foi dividida em diversas fases no ano resultando na prensa de 237 carros, 124 motocicletas, 11 caminhões tratores, reboques e semirreboques), 74 motores e 554 carcaças de veículos, totalizando mil prensas e resultando na limpeza do ambiente.

Durante pouco mais de um ano de trabalho foram realizadas mudanças de procedimentos para tornar mais célere as restituições de bens às vítimas, assim como o encaminhamento de bens para outros órgãos como partes dos veículos, ao final do inquérito policial, encaminhados às comarcas responsáveis pelos processos.

O delegado Gustavo Garcia destaca que a ação integrada com o Detran entrega à sociedade um ambiente higienizado, garantindo o atendimento às questões ambientais, assim como a correta destinação dos veículos.

“A limpeza do pátio é uma vitória para a Polícia Civil e toda a sociedade com a prensagem de veículos que estavam custodiados há décadas na unidade. A questão ambiental, a qual já havia motivado uma ação pública, foi resolvida garantindo um ambiente melhor para os servidores e também para pessoas que vem à delegacia ou moram na região”, disse o delegado.

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia