Notícias

POLINTER

Polícia Civil cumpre prisão de condenado por roubo com várias passagens

27/11/2020 - 16:11

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um homem condenado por crime de roubo e considerado foragido da Justiça foi preso pela Polícia Civil de Mato Grosso, na quinta-feira (26.11) em Cuiabá. A prisão foi realizada pela Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) após denúncia anônima.

O suspeito, que possui de extensa ficha criminal, estava com a ordem de prisão decretada pela 2ª Vara Criminal da Capital, por condenação a mais de cinco anos e quatro meses de reclusão pelo crime de roubo qualificado.

As diligências iniciaram logo depois denúncia sobre um homem com vários antecedentes criminais, o qual estava em uma loja de materiais de construção no bairro CPA II, região da Grande Morada da Serra, tentado fazer uma transação comercial.

De posse das informações, os investigadores da Polinter foram até o estabelecimento comercial para apurar os fatos. No entanto, ao perceber a aproximação da viatura o rapaz rapidamente tentou empreender fuga, mas foi detido no cerco policial.

Em seguida, o suspeito foi encaminhado à Polinter para esclarecimentos. Durante checagem foi constatado em caráter definitivo o mandado de prisão, mediante processo executivo de pena, sentenciado e condenado pela Justiça a cinco anos e quatro meses de reclusão, pela prática de crime de roubo qualificado.

Outros fatos sobre o suspeito

Conforme apurado, a atitude do suspeito de tentar fugir e resistir a prisão não foi praticada pela primeira vez. No ano de 2017, no bairro Serra Dourada, durante atendimento de uma ocorrência de furto, ao ser preso em flagrante, o suspeito entrou em luta corporal com os policiais militares. Somente após o uso moderado da força, emprego de spray de pimenta e técnicas de imobilização, ele foi contido e levado para Central de Flagrantes de Cuiabá.

O suspeito também responde por furto qualificado cometidos de forma reiterada, roubo de veículos, dano qualificado, resistência a prisão, desobediência a decisão judicial, além de outros crimes contra o patrimônio ocorridos no município de Nova Ubiratã (502 km ao norte da Capital).

Após tomadas as providências em cumprimento do mandado judicial, o suspeito foi encaminhado para uma unidade prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.


 

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia