Notícias

DELEGACIA DA MULHER

Em Rondonópolis, vítimas de violência doméstica podem buscar orientação por telefone

08/04/2020 - 15:54

Assessoria/Polícia Civil-MT

Neste período de quarentena e isolamento social, em função da prevenção ao coronavírus, a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Rondonópolis (DEDM) reforçou por telefone o atendimento a vítimas que precisam dos serviços da unidade policial.

O atendimento da DEDM Rondonópolis é realizado pelo número (66) 99937-5462, onde a vítima pode enviar mensagens, via áudio ou texto, ou ligar para buscar auxílio da unidade especializada. O telefone recebe mensagens também pelo aplicativo whatsapp. A delegacia conta também com um número fixo, pelo qual as vítimas podem acessar a equipe da unidade: (66) 66 3423-1754.

A delegada titular da DEDM, Karla Cristina Peixoto, explica que neste período em que são necessários o distanciamento ou isolamento social e a redução de pessoas em circulação nas ruas e unidades policiais, a unidade reforçou o atendimento via telefone para que as vítimas não deixem de buscar auxílio. “O atendimento às vítimas nas situações em que é necessário o serviço presencial permanece sendo realizado na delegacia. E para o atendimento psicológico, que pode ser realizado por telefone, disponibilizamos o serviço por celular, no qual as vítimas podem ligar e tirar dúvidas ou buscar orientação”, esclarece a  delegada.

A delegada Karla Peixoto reforça ainda que pela Delegacia Virtual (http://www.delegaciavirtual.mt.gov.br) as vítimas podem fazer o pré-registro de ocorrências como injúria, ameaça, calúnia, difamação, constrangimento ilegal e violação de domicílio no âmbito de violência doméstica. Para validação do pré-registro da ocorrência pela Delegacia Virtual, a pessoa deve ligar, de qualquer cidade do estado, em um dos números: (65) 3901-4839 / (65) 99989-4035 / 98463-2525.

 

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia