Notícias

POLINTER

Polícia Civil cumpre mais três mandados de prisões contra foragidos da Justiça

19/11/2019 - 18:16

Assessoria/PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil deu cumprimento, em ação da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol), a mandados de prisões de três pessoas procuradas pela justiça estadual.

Na manhã desta terça-feira (19.11) a equipe de policiais civis prendeu o motorista de caminhão Clodoaldo Bueno dos Santos, 43 anos de idade. O homem foi preso no residencial Jonas Pinheiro, na região norte da capital, em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Sexta Vara Criminal de Cuiabá em processo que apura os crimes de roubo qualificado, receptação qualificada e associação criminosa. Após conduzido à sede da Polinter, o preso foi encaminhado para audiência de custódia no Fórum Criminal da Capital.

Em outro cumprimento de mandado, os policiais da Gepol prenderam na segunda-feira (18) L. C.N. investigada na Operação Hydrus, deflagrada pela Delegacia de Guarantã do Norte no último dia 12 de novembro para repressão aos crimes de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A mulher foi presa no município de Jangada e encaminhada à Polinter, onde foi interrogada e posteriormente apresentada em audiência de custódia.

Na última quarta-feira (13.11), a Polinter cumpriu o mandado de prisão expedido contra Lauro Rosa Bueno, 30 anos. A prisão foi deferida pela Primeira Vara Criminal de Pontes e Lacerda onde tramitou a ação penal sobre o sequestro e morte do casal Raimundo Nonato Ferreira de Souza e Liliane Gois Saldanha, ganhadores de um prêmio da loteria no valor de R$ 1,4 milhão. Em outubro de 2010, o casal e o filho de 1 ano e seis meses foram sequestrados em Pontes e Lacerda, crime planejado por Raimundo Nonato Pereira da Silva, colega de garimpo da vítima, com participação de outras seis pessoas. Raimundo e Liliane foram mortos e a criança ficou em poder da quadrilha até janeiro do ano seguinte, quando foi resgatada pela Polícia Civil. O caso ficou conhecido como “Loteria da Morte”. Lauro Bueno já estava detido na Penitenciária Central do Estado.

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia