Notícias

POLÍCIA JUDICIÁRIA CIVIL

Assaltantes de alta periculosidade têm prisão cumprida em Juína

18/10/2017 - 14:23

Assessoria | PJC-MT

Dois autores de crimes de roubo ocorridos em Juína (735 km a Noroeste) tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (17.10), no município. Os suspeitos são considerados de alta periculosidade e extremamente violentos em suas ações criminosas.

O primeiro, Diego do Nascimento Souza, 25, conhecido como “Pop ou Tizio”, foi localizado pelos policiais civis da Delegacia de Polícia com apoio do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra), em uma residência no bairro Módulo 5. Já o segundo suspeito, Eder Nilton da Silva, 33, conhecido como “Edinho”, teve a ordem judicial de prisão cumprida no Centro de Detenção Provisória (CDP), onde encontra-se recolhido.

Ambos foram identificados como autores do roubo ocorrido no dia 10 de março, em uma propriedade rural situada no distrito de Terra Roxa. Na ocasião, os suspeitos armados, agiram com extrema agressividade e após renderem e amarrarem as vítimas, levaram joias, agrotóxicos, armas de fogo e, uma caminhonete que depois foi abandonada.

Durante as investigações, foi constatado que Eder Nilton, já responde por roubo à residência praticado no dia 11 de abril. Na oportunidade, os suspeitos trancaram os moradores no interior de um dos cômodos do imóvel e, em seguida subtraíram joias, aparelhos celulares e a quantia de R$ 5 mil em dinheiro.

A Polícia Civil também investiga a participação de Diego, no crime de roubo do malote de um Posto de Combustível, com aproximadamente R$ 2,5 mil em espécie, além de cheques totalizando mais de R$ 19 mil, ocorrido no dia 01 de junho. A funcionária da empresa chegava ao banco, quando foi surpreendida pelos indivíduos em frente a agência bancária.

Diego também é suspeito de tentar roubar a bolsa de uma mulher de 42 anos, no dia 03 de outubro. Na ocasião, a vítima caiu no asfalto ficando gravemente ferida.

Após ser detido pelos policiais civis por força do mandado de prisão, Diego foi interrogado e, posteriormente colocado à disposição da Justiça.

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia