Pular para o conteúdo
Voltar

Reunião da Diretoria de Atividades Especiais tem como foco planejamento operacional para 2023

Investigações e operações serão destaque no planejamento estratégico da instituição neste ano
Assessoria | Polícia Civil-MT

Polícia Civil-MT
A | A

Operações, investigações e projetos da nova gestão da Polícia Civil de Mato Grosso estiveram entre os assuntos abordados na manhã desta terça-feira (24.01), na primeira reunião da Diretoria de Atividades Especiais (DAE), coordenada pelo diretor, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

A reunião, que contou com a presença de todos os delegados titulares das unidades da Diretoria de Atividades Especiais, entre elas, Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Gerência de Operações Especiais (GOE), Gerência Estadual de Polinter (Gepol), Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema), Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), Delegacia Especializada de Crimes Fazendários (Defaz), Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) e Delegacia Especial de Fronteira (Defron).

Com a nova gestão da diretoria, duas unidades da DAE também tiveram mudanças de titularidade. O delegado Gustavo Belão assume a GCCO, no lugar que antes era ocupado por Vitor Hugo e o delegado Frederico Murta ficará à frente da GOE.

Durante conversa com os gestores das unidades, Vitor Hugo, apresentou os projetos da delegada-geral, Daniela Silveira Maidel, para a atual gestão, frisando que as investigações e operações serão destaque no planejamento estratégico da instituição.

Além do foco operacional, o diretor falou sobre a necessidade da gestão ser pautada na eficiência administrativa, com foco na organização cartorária, conclusão de procedimentos antigos, limpeza de pátios, com a correta destinação de veículos e demais apreensões.

Outro tema abordado na reunião foi integração com as demais Diretorias, no treinamento, capacitação e atualização dos Policiais Civis, na melhoria estrutural das unidades policiais subordinadas, bem como na melhoria do atendimento ao público externo e interno que necessita dos serviços das nossas unidades.

“Foi uma reunião importante em que pudemos falar sobre o planejamento e as ações previstas para 2023, assim como sobre as necessidades e expectativas para execução e melhorias dos trabalhos ao longo do ano”, destacou Vitor Hugo.