Pular para o conteúdo
Voltar

Polícia Civil apreende escavadeira e caminhões e autua suspeitos de extração ilegal de minérios

Quatro pessoas envolvidas na retirada de cascalho sem autorização de uma área de preservação permanente responderão por crime ambiental
Assessoria | Polícia Civil-MT

Polícia Civil-MT
A | A

Quatro pessoas envolvidas em crime ambiental de extração ilegal de minério foram presas em flagrante pela Polícia Civil, em ação realizada na tarde de sexta-feira (20.01), pela Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), em Cuiabá. Os trabalhos contaram com apoio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e resultaram na apreensão de um maquinário e dois caminhões utilizados na prática ilícita, além da aplicação de multa no valor de R$ 15 mil.

As diligências iniciaram após os policiais da Dema receberem denúncia sobre a retirada de cascalho sem autorização em uma área de preservação permanente na região do bairro São João Del Rey, em Cuiabá. No local, os policiais encontraram dois caminhões e um trator modelo escavadeira hidráulica dentro de uma área onde era realizada a retirada do cascalho.

Em conversa com o responsável pelo local, foi informado que o cascalho estava sendo retirado para ser utilizado em uma obra da prefeitura, porém questionado, ele confessou que não havia a devida autorização para retirada do material do local. Em continuidade às diligências, a equipe de investigadores localizou um caderno com anotações da quantidade de caminhões de cascalho retirados do local.

Enquanto a equipe da Dema realizava os trabalhos, compareceu ao local uma pessoa que se apresentou como filho do dono do terreno, relatando que seu pai tinha somente o documento de posse da terra, e que havia pedido para que o cascalho fosse retirado do local para que a área ficasse plana.

A equipe da Sema foi acionada para as providências cabíveis, ficando responsável pelo encaminhamento de laudo para a Dema. Diante dos fatos, o máquina escavadeira e os caminhões foram apreendidos e os suspeitos conduzidos à Delegacia de Meio Ambiente, onde após serem interrogados, foram autuados em flagrante pelo crime ambiental de extração ilegal de minério sem a devida autorização com aplicação de multa no valor de R$ 15 mil.