Pular para o conteúdo
Voltar

Polícia Civil indicia cinco pessoas em inquérito que apurou fuga de detentos de penitenciária

A fuga ocorreu no mês de janeiro durante a greve dos policiais penais
Assessoria | Polícia Civil-MT

PC-MT
A | A

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Água Boa (730 km a leste de Cuiabá), concluiu o inquérito que apurou a fuga de 14 detentos da Penitenciária Major PM Zuzi Alves da Silva, localizada às margens da BR-158, a aproximadamente 20 km da cidade. 

Cinco policiais penais foram indiciados pelo crime de fuga de pessoa presa ou submetida à medida de segurança, previsto no artigo 351 do Código Penal, na sua forma omissiva. A fuga ocorreu no dia 03 de janeiro deste ano, durante o período em que os policiais penais estavam em greve. 

Segundo as investigações, os policiais penais indiciados ocupavam cargos de direção, gestão, chefia e liderança, tendo o dever legal de adotarem providências para que a fuga não ocorresse, principalmente, em um momento crítico de greve no Sistema Penal.

O inquérito foi remetido ao Judiciário e ao Ministério Público para a adoção das medidas julgadas cabíveis.