Pular para o conteúdo
Voltar

Suspeitos de aplicar golpes em supermercados da Capital são alvos de operação da Polícia Civil

Investigações identificaram que os suspeitos emitiram notas fiscais falsas, simulando vendas de queijo muçarela
Assessoria | Polícia Civil-MT

Ilustração colhida a internet
A | A

Cinco mandados de busca e apreensão com alvo em estelionatários que aplicaram golpes utilizando nomes de diversos supermercados em Cuiabá foram cumpridos pela Polícia Civil, na manhã desta sexta-feira (18.11), na Operação Caseus, deflagrada pela Delegacia Especializada de Estelionato e Outras Fraudes de Cuiabá. Os prejuízos causados às vítimas ultrapassam a casa de R$ 4,7 milhões. 

Segundo as investigações coordenadas pela delegada Judá Marcondes, os criminosos firmaram contrato com empresa de laticínio para distribuir muçarela aos supermercados e emprestaram dinheiro com empresa de factoring para garantir a transação. 

Para aplicar o golpe, os suspeitos emitiram notas fiscais e duplicatas falsas, simulando vendas de muçarela, não pagando a empresa de laticínio e tao pouco a factoring, deixando os supermercados como devedores dos títulos de crédito. 

Diante dos levantamentos, a delegada Judá Marcondes representou pela prisão preventiva dos suspeitos, pela busca e apreensão e bloqueio das contas no valor do prejuízo causado. Foram decretadas pela Justiça, as ordens de busca e apreensão e o bloqueio das contas dos suspeitos no valor de R$4.740.000,00, além da inserção da tornozeleira eletrônica nos investigados.