Pular para o conteúdo
Voltar

Polícia Civil recupera joias e apreende líder de grupo criminoso envolvido em roubos

Assessoria | Polícia Civil-MT

Polícia Civil-MT
A | A

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Arenápolis e Nortelândia (258 e 253 km a médio-norte de Cuiabá), em ação realizada na manhã desta quinta-feira (19.05), recuperou diversos bens roubados de uma relojoeira e de residências, e apreendeu um adolescente identificado como líder de uma associação criminosa envolvida em pelos menos três roubos na região.

A recuperação dos objetos e a apreensão do menor infrator, de 17 anos, ocorreu durante cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar em um endereço utilizados pelo grupo criminoso.

A ação faz parte das investigações de três inquéritos policiais investigados pelas Delegacias de Arenápolis e Nortelândia referente ao mesmo grupo criminoso envolvidos nos roubos, sendo três pessoas indiciadas. Os suspeitos agem de forma violenta, com emprego de arma de fogo e procuram alvos que possuem ouro, joias, aparelhos eletrônicos e dinheiro em espécie.

As investigações identificaram a atuação do grupo no roubo de uma relojoaria no centro de Arenápolis, ocorrido no dia 14 de abril. Na ocasião, os criminosos, com emprego de arma de fogo, subtraíram diversas joias perfumes, bolsas, pulseiras e outros bens.

No dia 23 de Abril de 2022 o mesmo grupo assaltou uma residência também em Arenápolis, utilizando arma de fogo, e levando uma caminhonete, além de relógios, joias e outros objetos da família. Em Nortelândia, o grupo agiu no dia 06 de maio, em um roubo a residência em que subtraíram diversos objetos de valor.

Com base nas informações, e com intenso trabalho de investigação realizado pela equipe da Delegacia de Arenápolis, o delegado Hugo Abdon representou por mandado de busca e apreensão contra os suspeitos, que foi deferido pela Justiça e cumprido na manhã desta quinta-feira (19).

No endereço que era utilizado pelo grupo criminoso, os policiais apreenderam diversos bens subtraídos nos roubos e também conseguiram realizar a apreensão do adolescente identificado como líder do grupo. Os outros dois suspeitos identificados não foram localizados e continuam sendo procurados pela Polícia.

“As investigações seguem em andamento e a Polícia Civil está empenhada em solucionar todos os crimes patrimoniais e violentos nesta microrregião”, frisou o delegado.