Pular para o conteúdo
Voltar

Autor de roubo a loja de eletrodomésticos é preso em flagrante pela Polícia Civil, em Rondonópolis

Na residência de uma familiar foram encontrados dois celulares, ambos roubados em duas ações diferentes
Raquel Teixeira | Polícia Civil-MT

PCMT
A | A

Um dos envolvidos no roubo a dois estabelecimentos comerciais de Rondonópolis foi preso nesta quarta-feira (11.05) pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos. Ele foi detido pela equipe da Derf em seu local de trabalho, após diligências da equipe policial para esclarecer um dos roubos que ocorreu na quarta-feira, à loja de uma rede de eletrodomésticos, na Vila Operária.

Dois criminosos chegaram à loja na manhã de quarta-feira e armados, renderam os funcionários. Depois, foram na gôndola de aparelhos celulares, quebraram o vidro e levaram os equipamentos, fugindo em seguida em duas motocicletas.

A equipe da Derf estava realizando diligências para esclarecer outro roubo, registrado no último sábado, em uma loja de uma empresa de telefonia, no centro da cidade, onde também foram roubados aparelhos celulares. Com as informações coletadas, os investigadores conseguiram identificar a motocicleta de um dos suspeitos, a mesma utilizada no roubo à loja de eletrodomésticos.

A partir da identificação do veículo foi possível chegar ao suspeito, que foi localizado em seu trabalho. Ao ser preso, ele tentou escapar de dentro da viatura policial e se debateu, além de negar que estivesse com os aparelhos celulares.

Continuando as diligências, os policiais civis chegaram ao endereço de uma familiar da esposa do suspeito, no bairro Vila Ypê. Com autorização da moradora, os investigadores entraram na casa e localizaram um celular da marca Xiaomi, roubado da loja de eletrodomésticos e um aparelho da marca Motorola roubado na empresa Claro, ambos identificados pelo número de IMEI. Outros dois aparelhos da marca Iphone e sem origem de compra foram apreendidos na residência.

O suspeito, de 30 anos, foi reconhecido pelas vítimas como um dos autores do roubo à loja da Martinello, na Vila Operária. Encaminhado à Derf, ele foi autuado em flagrante por roubo qualificado e depois encaminhado à unidade prisional. O criminoso era monitorado por tornozeleira eletrônica, que estava desligada no momento da prisão.