Pular para o conteúdo
Voltar

Ação conjunta prende suspeitos de furto e impede venda de 800 litros de combustível levado de empresa

Os suspeitos foram pegos em flagrante em Santa Rita do Araguaia, em Goiás, quando tentavam vender o óleo diesel furtado
Assessoria | Polícia Civil-MT

PC-MT
A | A

Dois suspeitos de furto qualificado praticado contra a empresa de logística, que administra o terminal ferroviário no sul do estado, foram presos em flagrante nesta terça-feira (03.05), em uma ação da Polícia Civil de Mato Grosso e Polícia Militar de Goiás.

Os suspeitos foram presos quando tentavam revender, em Santa Rita do Araguaia (GO), mais de 800 litros de óleo diesel furtados de uma locomotiva da empresa Rumo Logística, que estava estacionada nas proximidades da MT-100, em Alto Araguaia.

Os investigados foram abordados quando se dirigiam para um possível receptador. Quando questionados sobre a origem do combustível que transportavam, eles confessaram que se tratava de um furto cometido na madrugada, nas proximidades da rodovia em Mato Grosso, em um ponto de parada dos trens cargueiros. A intenção era oferecer o produto do crime para interessados que pagassem um valor de R$ 4,50 por litro. O valor arrecadado seria dividido entre os dois comparsas.

Também foi conduzido até à delegacia de polícia o suposto receptador do combustível furtado, contudo, após ele apresentar comprovação de aquisição lícita e histórico de compra regular de óleo diesel para sua empresa, bem como demais indícios obtidos durante o procedimento, o delegado Marcos Paulo de Oliveira não encontrou elementos suficientes de autoria e materialidade para a prisão em flagrante por receptação.

Os dois investigados por furto qualificado (concurso de duas ou mais pessoas) foram presos em flagrante. O crime tem pena prevista de reclusão de dois a oito anos e multa. O combustível furtado e o veículo utilizado no crime foram apreendidos.